Terapia de Casal

“O que está acontecendo com a gente?!” Discurso de alguns casais que não compreendem o que aconteceu ao longo do tempo da vida a dois. Neste caso, o comum é se pensar: “o amor acabou”; “ele (ela) mudou”; “não existe mais química” ; “ele (ela) é egoísta…não olha mais pra mim”. Afirmativas que podem realmente acontecer na vida de um casal.

Mas antes é preciso entender, que nós enquanto seres humanos, mudamos ao longo da vida. E nos tornamos indivíduos com outras características positivas e negativas, que no momento em que nos casamos não existia. Quando olhamos para o nosso interior e conseguimos enxergar e aceitar as nossas qualidades, habilidades e a nossa “sombra”, percebemos o que é nosso e o que é do outro.

O casamento tem um funcionamento saudável e feliz quando os dois membros se complementam de maneira saudável e flexível. Vivendo as mudanças e aprendendo com elas, se reinventando. Muitas vezes o casal está tá rígido que não consegue perceber o que está acontecendo. A terapia de casal vai criar um espaço de comunicação e reflexão. Neste contexto, cada membro terá a oportunidade de se expressar, de aprofundar nas questões que trazem desconforto e de escutar e ser escutada.

Complementaridade é a cola que mantém as relações unidas. Interesses e valores compartilhados tornam possível coexistir, mas são as nossas diferenças que fazem a vida interessante e nos tornam capazes de nos apoiar e enriquecer reciprocamente. Em qualquer casal o comportamento de uma pessoa se vincula ao da outra.

O casamento não deve nos completar, no sentido de suprir as nossas faltas. Contudo, quando duas pessoas se unem, constroem uma relação fazendo um inteiro.Se irá se tornar o inteiro que você quer, aí é outra questão.

Quando esta complementaridade é rígida priva o indivíduo de seu potencial pleno, e suas expressões, tornando as relações inflexíveis. O casal fica polarizado em suas funções.Um exemplo é o casal onde a esposa assume toda a responsabilidade pelos filhos, enquanto seu marido coloca toda a energia na carreira. Estes pares polarizados funcionam durante um tempo, mas, quando algo muda para um dos membros do casal, o outro pode resistir a mudar para ajustar.

2017-11-06T00:10:26+00:00